Notas de apreço — 4

A Editorial Divergência é mais uma instituição que está a participar activamente na divulgação da ILC. Esta editora divulgou recentemente o formulário de subscrição electrónica da ILC na sua página no Facebook, juntando-se assim ao Teatro Aberto, à Revista Intro, à Livraria Gato Vadio — só para referir as mais recentes — e a todo um conjunto de entidades e pessoas a título individual que estão a apoiar a recolha das assinaturas que nos faltam para a meta das 20.000.

De acordo com a nota que nos foi enviada pela Divergência, o apoio à ILC faz todo o sentido, tendo em conta que a luta contra o Acordo Ortográfico foi um dos factores que estiveram na base da criação da própria Editora, em 2013.

A Editorial Divergência apoia a Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Saiba mais sobre esta iniciativa na ligação em baixo:

Posted by Editorial Divergência on Monday, 2 April 2018



Dias depois da Divergência foi a vez do ex-deputado Mendes Bota, igualmente através da plataforma Facebook, renovar o seu apoio a esta Iniciativa, de que é subscritor e apoiante activo desde sempre. Actualmente a residir em Estrasburgo, onde exerce as funções de Primeiro Conselheiro na Delegação da União Europeia junto do Conselho da Europa, Mendes Bota divulgou a página de subscrição da ILC via Facebook através de uma nota pessoal que foi bastante comentada e partilhada.

CIDADANIA: CONTRA O (DES)ACORDO ORTOGRÁFICO (AO/90)

Os anos passam e não consigo encontrar razões para mudar de opinião sobre o que deixei expresso na Assembleia da República em 28 de Fevereiro de 2014, em declaração de voto exarada em acta, relativamente ao Acordo Ortográfico de 1990, nesse período parlamentar da minha vida. Passados mais de quatro anos, continuo a discordar profundamente, e considero tal (des)Acordo um verdadeiro crime de lesa-pátria contra a Língua Portuguesa. Infelizmente, não tem existido até agora da parte dos diferentes partidos representados no Parlamento vontade política para pôr cobro a algo que foi imposto à população Portuguesa, sem ter a sua opinião em consideração.
(…)

 

Além das instituições e pessoas já referidas, divulgaram também a ILC o Festival de Cinema “Olhares do Mediterrâneo”, os blogues “De Rerum Natura” e “Crítica na Rede”, a Associação Portuguesa de Tradutores, o mágico Luís de Matos ou o humorista José Diogo Quintela.

Divulgar a ILC é um gesto simples, ao alcance de todos nós. Não é preciso sermos uma instituição ou uma figura pública para darmos o nosso contributo em defesa da Língua Portuguesa. Não basta dizer que ignoramos o AO e continuamos a escrever como sempre escrevemos. Pode ignorar o AO mas o AO não o ignora a si, caro leitor. Entra-lhe em casa todos os dias, pela televisão, pelos jornais, pelos livros escolares que tem de comprar.

É preciso agir: ler, assinar, divulgar.

Uma boa semana para todos.

Print Friendly, PDF & Email
Share

Link permanente para este artigo: https://ilcao.com/2018/05/05/notas-de-apreco-4/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.