«

»

Fev 06 2017

Imprimir Artigo

1500

o 2.º site da ILC-AO
 
Como talvez já tenha reparado, o sítio oficial da Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico tem um novo aspecto gráfico.

Contudo, as maiores alterações são as que não estão à vista.

De facto, as mudanças mais significativas ultrapassam a simples cosmética. Desde logo, mudámos o local onde o “site” está fisicamente alojado. Para quem gosta destas curiosidades, mudámo-nos dos Estados Unidos para o Reino Unido.

Como podem imaginar, não mudámos apenas por mudar. Mudámos para melhor. Por exemplo, os milhares de ficheiros que constituem este “sítio” estão agora num suporte físico (disco SSD), o que garante, à partida, melhores velocidades de acesso. Mas a própria estrutura de alojamento é diferente — deixámos o habitual alojamento partilhado, comum à esmagadora maioria dos “sites” de todo o mundo, e estamos agora num VPS (Virtual Private Server), com todas as vantagens inerentes: mais segurança, mais estabilidade, maior largura de banda ao nosso dispor e, em especial, maior resistência a ataques de hackers.

Uma palavra aos “hackers” que costumam atacar-nos: isto não é um desafio. Sabemos que nenhum “site” é 100% seguro. Se quiserem mandar-nos abaixo (outra vez, e apenas em sentido figurado, note-se, ou apenas na acepção técnica da expressão) será agora bem mais difícil; mas já sabemos que conseguirão, por isso, poupem-nos e poupem-se: não vão conseguir deitar-nos abaixo, jamais, em sentido literal. A principal vantagem da maior robustez neste novo alojamento não é a de evitar ataques ao “site”. Queremos, simplesmente, assegurar que várias pessoas possam aceder, em segurança e em simultâneo, à página de subscrição online.

Claro que, na tradição da velha máxima de Murphy, muita coisa correu mal neste processo de mudança de um lado para o outro. A migração de um domínio já de si é uma tarefa complexa. Num site como o da ILCAO, com várias bases de dados em pleno funcionamento (formulário de subscrição, gestão de arquivos, envio automático de e-mails, blog WordPress, comentários, utilizadores, estatísticas) as coisas complicam-se enormemente.

Houve alguns erros da nossa parte, como pelos vistos é inevitável nestas operações, mas houve também enormes equívocos (digamos assim) da parte do novo “host”, por mecanização excessiva de tarefas que, para eles, são — ou deviam ser, já que se trata de  profissionais do ramo — simples e rotineiras: por pouco não tínhamos os visitantes do nosso domínio www.ilcao.com a ir parar a um site que prometia “coisas grátis”…

Depois de tudo pronto, lá decorreu o habitual processo de “propagação”, através do qual os “servidores de nomes” de todo o mundo aprendem a nova localização do “site”. Para quem tentou contactar-nos (ou subscrever a ILC) nessa fase, as nossas desculpas por qualquer falha que possa ter ocorrido.

Completada esta complexa empreitada, cá estamos nós, prontos, mais do que nunca, para continuar a luta.

Uma pequena nota final, que não é assim tão pequena nem é técnica: este é o artigo 1500.º (milésimo quingentésimo!)  publicado pela Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Não sei se o João Pedro Graça terá imaginado, quando publicou o primeiro artigo, em Setembro de 2008, que esta praga do AO90 ainda continuaria a enojar-nos a todos em 2017, mil e quinhentos artigos depois.

Convém deixar claro que, com a mesma determinação com que ele escreveu grande parte dos primeiros 1.500, cá estaremos para escrever mais 1.500, se preciso for.

 
 
o 1.º site da ILC-AO

 

Link permanente para este artigo: https://ilcao.com/2017/02/06/1500/

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>