«

»

Fev 22 2017

Imprimir Artigo

Uma simples ILC

Disse o que tinha a dizer sobre a recente Petição contra o Acordo Ortográfico e pensei que não seria preciso voltar a esse assunto.

Acontece que há desenvolvimentos recentes que, inclusive, me fizeram sorrir — e seria uma pena não os partilhar convosco.

A minha opinião sobre a Petição é conhecida: parece-me que abrir constantemente novas frentes de batalha e nunca levar nenhuma até ao fim é a melhor estratégia para deixar tudo na mesma.

Em especial quando a “nova frente de batalha” já é velha: já foi usada e já deu provas de não ter qualquer efeito. Desta vez será diferente? Tenho muitas dúvidas — e a História, infelizmente, dá-me razão.

Por maioria de razão, parece-me que também não fazem sentido os apelos à “união de esforços” vindos de quem, em primeira instância e objectivamente, divide.

Claro que espero, como sempre, estar redondamente enganado. Mas, se não estiver — se esta petição for mais uma para “agradecer aos peticionários e arquivar” ou para “recomendar ao Governo que” — então cá estaremos, também como sempre, para o que der e vier.

Dito isto, o que aconteceu? O que tem esta nova petição de especial? Antes de mais, quando digo “nova petição” posso até estar enganado. Neste momento estão oito petições contra o Acordo Ortográfico no site Petição Pública — quem é adepto da “união de esforços” encontrará ali certamente um bom petisco.

Pode acontecer, portanto, que esta não seja já a Petição mais recente. Há que precisar — estou a falar da Petição que passou recentemente a ser divulgada nestes termos:

«POR AMOR À LÍNGUA PORTUGUESA ASSINEM ESTA PETIÇÃO e DIVULGUEM pelos vossos contactos.
Faltam-nos apenas 1.521 assinaturas para atingirmos as 20.000 e podermos entregar a Petição na Assembleia da República, com efeito político/simbólico de uma Iniciativa Legislativa de Cidadãos.»

Com efeito político/simbólico de uma Iniciativa Legislativa de Cidadãos?!?!?!

Ora isto é que é verdadeiramente espantoso!!! Que significa isto? :^)

Será que a Petição vai ser apresentada assim na Assembleia da República?

Os promotores da Petição sabem, seguramente, que está uma Iniciativa Legislativa de Cidadãos REAL a decorrer. Arriscam-se, no mínimo, a que um deputado — acordista, bem entendido — lhes pergunte:

“Mas… se era uma ILC que queriam porque não fizeram uma? Ou, mais fácil ainda, porque não “uniram esforços” com a que já existe?”

Seriam perguntas embaraçosas mas seriam, ainda assim, um mal menor. O que pode ser realmente embaraçoso é a habitual “recomendação ao Governo” ser, desta vez, a da constituição de uma “Comissão de Aperfeiçoamento” do AO.

Enfim… continuemos para bingo, meus queridos amigos. É certo que, perante uma Petição apresentada nestes termos, tão prenhe de sentidos e de simbolismo, até me sinto empalidecer. Somos apenas uma simples ILC, modesta e chã, e temos como único e singelo objectivo a revogação de uma mera Resolução da Assembleia da República.

Mas, como costuma dizer-se, quem dá o que tem, a mais não é obrigado. :^)

https://ilcao.com/subscricoes/subscrever/

Bom fim-de-semana para todos.

Print Friendly
Share

Link permanente para este artigo: https://ilcao.com/2017/02/22/uma-simples-ilc/

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>