Operação Pelourinho – 3

CC BY-SA 3.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=303630

Operação Pelourinho — Setúbal

Sob o olhar atento de Bocage, a banca da ILC-AO em plena actividade

A ILC-AO continua “na estrada”, com mais um episódio da série “Operação Pelourinho”.

Por Georges Jansoone - Fotografia própria, CC BY 2.5, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=1415519Quinta-feira, dia 27 de Dezembro: Setúbal, Praça do Bocage, em pleno no coração da cidade. Mais uma vez, optámos por montar a nossa banca apenas durante a tarde. Não é viável um dia inteiro de “banca” e, assim sendo, é preferível estarmos presentes nas horas de maior movimento.

A julgar pelos resultados da “Operação” em Lisboa — doze assinaturas recolhidas em hora e meia — avancei uma estimativa para esta nova recolha: “se conseguirmos umas quinze, já não será mau”, disse eu à Hermínia, a minha parceira desta vez.

Saíram-me furadas as contas, mas pela positiva: desmontada a banca ao fim de três horas (das 14:30h às 17:30h), estavam contadas mais 64 assinaturas! Fantástico!

Setúbal correu tão bem que, em vez de irmos para outras paragens, estamos até a pensar repetir a acção de recolha na cidade de Setúbal.

Isto mostra, em definitivo, que a “Operação Pelourinho” funciona e pode muito bem ser a solução para conseguirmos rapidamente as assinaturas que nos faltam. Não temos de estar dependentes de uma Feira do Livro — ainda que seja bom podermos contar com esses eventos, se for preciso.

Demonstra-se, também, que a aversão das pessoas ao AO90 continua viva. Mais uma vez, todas as assinaturas recolhidas foram de subscritores que se aproximaram espontaneamente da nossa mesa, à simples vista do cartaz. É, de facto, uma satisfação enorme verificar sistematicamente tão entusiástica adesão espontânea à nossa iniciativa cívica.

Além disto, confirma-se também que, à medida que nos aproximamos da nossa meta, o cansaço desaparece, como que por magia.

Setúbal

Claro que, ainda assim, este é um caminho que se faz melhor tendo companhia do que “a solo”: renovamos, mais uma vez, o convite para que se junte a nós nesta campanha.

Se quiser organizar uma “Operação Pelourinho” junto do “seu” pelourinho, na sua terra ou em concelhos vizinhos, contacte-nos. Será para nós um prazer dar-lhe todas as indicações de que necessita para levar a cabo uma boa recolha.

Contamos consigo!

(imagens da estátua de Bocage [Por Georges Jansoone – Fotografia própria, CC BY 2.5, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=1415519] e do brasão da cidade [CC BY-SA 3.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=303630] copiadas da Wikipedia)

Print Friendly, PDF & Email
Share

Link permanente para este artigo: https://ilcao.com/2018/12/28/operacao-pelourinho-3/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.