Operação Pelourinho – 2

Operação Pelourinho

No mesmo enquadramento, o pelourinho, a Câmara de Lisboa e a banca da ILC

Não há tempestade que esmoreça a nossa luta: a vontade de vermos pelas costas o famigerado AO90 não é solúvel em água. Já os boletins de subscrição da ILC requerem um módico de bom tempo, pouco vento e um céu mais ou menos limpo. Depois de uma semana a vigiar a meteorologia, chove não chove, a recolha deste domingo, 16 de Dezembro de 2018, acabou por se confirmar praticamente em cima da hora. De manhã chuviscou, mas a tarde prometia ser mais acolhedora. E lá fomos nós, de armas e bagagens para o Largo do Município em Lisboa.

Chegados ao local, percebemos que mais gente tinha tido a mesma ideia. Uma feira do Diário de Notícias ocupava a praça quase por completo. Não seja por isso, cabemos todos.

E assim recolhemos mais doze assinaturas. Parece pouco, mas é preciso termos em conta que o sol se põe cedo nesta altura do ano — pouco depois das 17:00h começou a escurecer e o nosso “tempo de antena” não chegou a hora e meia. Além disso, quisemos testar a eficácia do nosso novo “roll-up” contra o Acordo — propositadamente, optámos não convidar os passantes a assinar. É uma prática que tem vantagens: além de não incomodarmos os transeuntes, sabemos que todas as assinaturas recolhidas são de verdadeiros anti-acordistas. Todas pertencem a pessoas que se acercaram da nossa banca espontaneamente, à simples leitura do cartaz, o que nos enche de satisfação.A banca da ILC em funcionamento
E, curiosamente, esta história não acaba aqui. Neste mesmo dia, a Olga Rodrigues também saiu à rua, pelo que a Operação Pelourinho esteve em dois sítios ao mesmo tempo: em Lisboa e no Porto, neste caso na Avenida dos Aliados. E o saldo final deste dia passou as duas dezenas de assinaturas. Nada mau para uma tarde de domingo.

Já só faltam menos de 400!

“Palpita-me” que, ainda antes do final do ano, a Operação Pelourinho voltará a estar na rua. Renovamos o convite que aqui deixámos na nossa última mensagem: se quiser juntar-se a nós ou, melhor ainda, se quiser organizar uma recolha de assinaturas junto do “seu” Pelourinho, não hesite. Contacte-nos e teremos todo o gosto em passar-lhe o “Manual de Instruções” — um pequeno conjunto de regras que convém termos em conta nestas andanças.

Até breve — e boas recolhas.

Print Friendly, PDF & Email
Share

Link permanente para este artigo: https://ilcao.com/2018/12/18/operacao-pelourinho-2/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.