Notas de apreço — 2

No último artigo apresentámos uma série de entidades (e não só) que declararam o seu apoio à Iniciativa Legislativa de Cidadãos e, mais do que isso, aceitaram participar activamente na sua divulgação.

Rapidamente percebemos que a lista de apoiantes continua a crescer e por isso vamos aqui dando conta de mais  organizações apoiantes da ILC-AO.

Vejamos então, por ordem cronológica, os últimos apoios já expressos e declarados através de publicação nos “sites” e/ou respectivas páginas no Facebook.

A Livraria Gato Vadio, do Porto, sede da Associação Cultural e Espaço de Intervenção Social “Saco de Gatos”, publicou no passado dia 11 do corrente um  “post” que teve imensas repercussões, entre comentários e partilhas.

Aqui fica o registo, com a manifestação do nosso apreço e o devido reconhecimento.  

Outro tanto fez a Revista Intro, uma publicação dedicada em especial a Literatura, Música e Teatro.  Publicou, no passado dia 12 de Março, igualmente na rede social Facebook, um “post” de apoio à ILC-AO apelando aos seus leitores (aqueles que ainda o não fizeram, evidentemente) para que subscrevam esta iniciativa cívica.

Devemos também uma saudação muito especial a Luís de Matos, companheiro de luta e activista contra o AO90 desde a primeira hora. A sua miltância constante faz-se sentir nos mais pequenos pormenores, incluindo o apoio às nossas publicações no Facebook, através de comentários e “likes”, os quais, dada a imensa multidão de “seguidores” do mágico, multiplicam-se exponencialmente. Parecendo pouco, estes pequenos gestos contribuem bastante para dar visibilidade a esta Causa, contornando, tanto quanto possível, o famigerado algoritmo daquela rede social, que, fundamentada no lucro, de social tem pouco mas de rede tem muito.

Temos notícia de outras manifestações de apoio similares, das quais daremos também conta em breve, ou seja, assim que aqui possamos publicar as respectivas “fotografias”.

Desde já e mais uma vez, a todos — estes, os anteriores e os futuros — o nosso muito obrigado!

É claro que os exemplos que aqui temos vindo a destacar são apenas os “casos notáveis”, digamos assim. A grande força desta iniciativa continua a ser o empenho dos seus militantes, apoiantes e subscritores “anónimos” (digamos assim, também).

Refiro-me a si, caro leitor. Não duvide da sua capacidade para fazer a diferença — sem precisar de grande alarido, todos nós podemos sugerir a subscrição da ILC aos nossos familiares, vizinhos, amigos e colegas.

Passámos já a barreira dos 4/5 na nossa caminhada para as 20.000 assinaturas. Vamos morrer na praia? Nem pensar!

Print Friendly, PDF & Email
Share

Link permanente para este artigo: https://ilcao.com/2018/03/30/notas-de-apreco-2/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.