Rui Madeira subscreveu a ILC

Rui MadeiraRui Madeira

Encenador/Actor.

Nasceu em Santarém, em 1955.

Director artístico da Companhia de Teatro de Braga.

Administrador Executivo do Teatro Circo de Braga desde 1988.

Actor profissional desde 1975.

Encenador desde 1981.

Em 1980 funda no Porto, com outros elementos, a CENA, desde 1984 Companhia de Teatro de Braga, residente no Teatro Circo de Braga.

Participou como actor em peças de Brecht, Marivaux, Kateb Yacine, Shakespeare, B. Santareno, Garrett, Gunter Grass, Karl Valentin, Musset, Albee, Buchner, J. P. Sarrazac, Corneille, Gil Vicente, Strindberg, A. Patrício, M. Teixeira Gomes, Claudel, John Arden, Osborne, Ibsen, McEwan, Barrie Keefe, Tchekov, Nelson Rodrigues, Alexej Schipenko, entre outros.

Encenou Musset, Tourgueniev, Gil Vicente, A. Patrício, Marivaux, Garrett, K. Valentin, Robert Pinget, Paul Claudel, Almeida Garrett, John Osborne, Ibsen, Botho Strauss, Camilo Castelo Branco, Thomas Bernhard, Ian McEwan, Bertolt Brecht, Federico Garcia Lorca, Tchekov, Alexej Schipenko, Nelson Rodrigues, Franz Xaver Kroetz, Manoel Teixeira-Gomes, entre outros.

Trabalhou no teatro com encenadores como Mário Barradas, Luis Varela, Júlio Cardoso, Stefan Stroux, Jean Piertre Sarrazac, Robert Pinget, Manoel Guede-Oliva, Anna Langhoff, Georg Astalos, Alexej Schipenko, entre outras personalidades nacionais e estrangeiras. Tem trabalhado no âmbito do teatro em Espanha, Brasil, Moçambique, Itália, Roménia, Alemanha e São Tomé e Príncipe.

É membro da direcção da Cena Lusófona – Associação Portuguesa para o Intercâmbio Teatral entre países de língua oficial portuguesa.

É professor responsável da disciplina: “ O Corpo e a Vontade” no Curso de Estudos Artísticos e Culturais da Universidade Católica / Braga.

Integrou o Secretariado Organizador do 1º FITEI (Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica).

A convite do Ministério da Cultura, integrou em 1996, um Grupo de Trabalho para estudar a situação do Teatro em Portugal.

Foi presidente do Secretariado da A.T.A.D.T. – Associação Técnica e Artística da Descentralização Teatral, em 1983/84, estrutura que englobava as 12 Companhias da descentralização.

Participa como actor em cinema (Ao Longo da Estrada de Rui Ramos, longa metragem para a RTP em 1981; Vertige de Christine Laurent; Passagem ou a Meio Caminho de Jorge Silva Melo e em televisão, depois de algumas peças e séries para a RTP no início dos anos oitenta, voltou mais recentemente a participar nas telenovelas “Mistura Fina”; “Tempo de Viver”, e na série juvenil “Morangos com Açúcar”. Acaba de participar no telefilme “Superiores Interesses” na série Casos da Vida e no filme de Francisco Manso: Aristides Sousa Mendes.

Foi Director do Jornal diário Correio do Minho, durante 1991.

Integrou o Comité de Leitura para Portugal do projecto internacional “Pretexte”, de L’Association Française Action Artistique (A.F.A.A.).

Foi membro do Conselho de Administração da Associação Internacional “Villes et Cinemas en Europe”.

É Presidente do Conselho de Administração da Fundação Cultural Bracara Augusta, entidade que reúne as Universidades do Minho e Católica, Câmara Municipal de Braga e Cabido da Sé de Braga.

Subscreveu a Iniciativa Legislativa de Cidadãos pela revogação da entrada em vigor do Acordo Ortográfico de 1990.

Este é mais um perfil publicado na “galeria” de subscritores, activistas e apoiantes da ILC pela revogação do “acordo ortográfico”.

Nota: esta publicação foi expressamente autorizada pelo subscritor.

Print Friendly, PDF & Email
Share

Link permanente para este artigo: https://ilcao.com/2012/02/02/rui-madeira-subscreveu-a-ilc/

1 comentário

    • José Bento Machado on 4 Fevereiro, 2012 at 23:38
    • Responder

    Mais uma vez este GRANDE nome da nossa cultura toma a atitude mais acertada e patriótica, quando os valores nacionais correm riscos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.