Onde assinar a ILC: talho “O Brasileirinho”, Braga

Talho “O Brasileirinho”
Praça do Comércio, 150
Braga

Com autorização expressa do proprietário do estabelecimento para publicação. Cartão da casa recebido por email.

A partir de agora também ali poderá subscrever a ILC pela revogação da entrada em vigor do “acordo ortográfico”.

Mais um estabelecimento no mapa dos locais de recolha de assinaturas!

Se possui um estabelecimento e pretende apoiar a iniciativa, basta fazer download do cartaz e do impresso de subscrição para que os seus clientes possam subscrever a ILC. Depois remeta-nos um cartão-de-visita da casa para que ela apareça também no mapa.

Print Friendly, PDF & Email
Share

Link permanente para este artigo: https://ilcao.com/2012/02/24/onde-assinar-a-ilc-talho-o-brasileirinho-braga/

2 comentários

1 ping

    • Ângela Fabíola de Oliveira on 26 Fevereiro, 2012 at 11:34
    • Responder

    Simplesmente não sou a favor do acordo ortográfico, isto é só apenas para facilitar os brasileiros.

    • Higina Mouco on 28 Fevereiro, 2012 at 11:22
    • Responder

    Se existem duas “normas cultas”( Português-Pt e Português-Br) que se respeitem e coexistam com/nas suas afinidades e diferenças.
    Se o nosso aparelho fonador consegue ler as duplas consoantes em Inglês, Francês, Alemão, etc, SEMPRE que elas aparecem, que o mesmo se faça em/no Português Europeu.

    Se em Port.-Br se escreve “aspecto”, lendo-se o grupo consonântico /ct/, por que não se mantém o mesmo grupo em “objeto”? Pela simples razão que a vogal /o/ tem um som fechado … OU SEJA, se “do lado de lá” há todo o direito a uma lógica e/ou a uma evolução interna da língua, por que será que o mesmo direito não será reconhecido aos que falam a língua “do lado de cá”? Só por que somos apenas 10.000.000?

    Se os Ingleses justificam que deva haver o conjunto consonântico/ght/ para que a voga /i/ se leia como [ai], mas a leitura é igual quando se trata dos vocábulos “sight” ou “site”…

    Se por uma questão de simplificação da comunicação, já se fala , no Sertão brasileiro, por exemplo, recorrendo-se apenas a UMA forma verbal no SINGULAR, procedendo-se de igual modo no PLURAL, não será que, em, breve, “carneiristica ou carneirosamente” o mesmo se irá passar em Portugal?

    Se, se, se …
    NÃO SERÁ também aqui caso para se dizer “TODOS IGUAIS, TODOS DIFERENTES” ou se der mais jeito, “TODOS DIFERENTES, TODOS IGUAIS”?

  1. […] Onde assinar a ILC: talho “O Brasileirinho”, Braga – ILC contra o Acordo Ortografico. (function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "//connect.facebook.net/en_US/all.js#xfbml=1"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, "script", "facebook-jssdk")); (function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "//connect.facebook.net/en_US/all.js#xfbml=1"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, "script", "facebook-jssdk")); Posted under Portugal Comments (0) […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.