«A aberrante “ortografia”» [carta de Octávio dos Santos]

———- Forwarded message ———-
From: Octávio dos Santos octaviodossantos@gmail.com
Date: 2012/10/12
Subject: Re: FW: CONVITE Prius InterPares # 13.Outubro.2012 – Os híbridos vão a Serralves
To: Relação Clientes – TCAP <relacao.clientes@toyotacaetano.pt>

Cara M**** J**** M******,

obrigado pela sua resposta. Porém, e infelizmente, porque continuam a utilizar a aberrante «ortografia» que, totalitariamente, alguns tentam impor à população portuguesa – que, segundo todos os indicadores, está maioritariamente contra a dita cuja – a Toyota Caetano Portugal, e, neste caso concreto, a senhora, continuam a ofender-me.

Que eu saiba, a vossa empresa não é pública, não é uma entidade estatal. Logo, não tem de se submeter, em qualquer circunstância, aos delírios de uma (falta de) classe política e de uma burocracia cada vez mais descontroladas.

Sem dúvida que os veículos Toyota são de elevada qualidade. Sendo assim, porque utilizam um «linguajar» completamente oposto a essa qualidade, ordinário, pindérico, mais adequado a um Trabant?

Já agora, posso informar que o meu sogro – que conduz Toyota’s há 40 anos! – recebeu recentemente um convite da Lexus para um «VIP Event» no Prior Velho. Mais valia, de facto, terem-no redigido em inglês… Lá lemos «selecionado», «outubro», «excecional»… Resultado? Se eu estou a pensar – muito seriamente, volto a dizer – ir à Honda, o meu sogro está a considerar acompanhar-me.

Uma última sugestão: pense muito bem antes de voltar a integrar alguém (eu, ou outra pessoa) num qualquer «arco-íris». É que tal expressão pode ter outras … conotações.

Cumprimentos,

Octávio dos Santos

http://ilcao.cedilha.net


2012/10/11 Relação Clientes – TCAP <relacao.clientes@toyotacaetano.pt>

CR-0682-12

Caro Sr. Octávio dos Santos

Registamos com atenção o contacto que o senhor dirigiu à nossa organização.

Preza-nos que o senhor seja proprietário de uma viatura da marca Toyota em particular um híbrido que a nosso ver contribui muito positivamente para uma maior sustentabilidade da sociedade em que nos inserimos.

Asseguramos que não é nem nunca foi, intenção da Toyota Caetano Portugal, ofender qualquer pessoa em circunstância alguma, muito menos por via da ortografia que utilizamos.

O enfoque da nossa atividade, é de proporcionar produtos e serviços da maior qualidade possível aos clientes que optam pela nossa marca. Esta continuará a ser a premissa essencial dos nossos esforços, associado a um respeito profundo por todas as pessoas, instituições e opiniões que compõem o arco-íris da nossa sociedade.

Agradecemos a atenção e subscrevemo-nos com a maior consideração.

M**** J**** M******

CS&CR

Departamento de CRM & BI

Toyota Caetano Portugal

Av. Vasco da Gama, 1410 – 4431-956 Vila Nova de Gaia

Tel: +351227867000 – Fax: +351227867213 – Ext. 2543

www.toyota.pt


De: Octávio dos Santos [mailto:octaviodossantos@gmail.com]
Enviada: terça-feira, 9 de Outubro de 2012 22:14
Para: Comunicação – TCAP Gaia
Assunto: Fwd: CONVITE Prius InterPares # 13.Outubro.2012 – Os híbridos vão a Serralves

«Atividades»? «Direção»? «Elétrica»?

Então a Toyota – e a Salvador Caetano – também se submeteram ao ilegítimo, ilegal, inútil, ridículo, abjecto, «acordo ortográfico»?

Tenho um Prius desde 2008; aliás, há 20 anos que conduzo Toyotas (antes passaram-me pelas mãos um Yaris Verso e um Starlet). Porém, agora, arriscam-se a que, da próxima vez que mudar de automóvel, vá à Honda.

OdS


———- Forwarded message ———-
From: L**** C****
Date: 2012/10/9
Subject: Fwd: CONVITE Prius InterPares # 13.Outubro.2012 – Os híbridos vão a Serralves
To: Octávio dos Santos octaviodossantos@gmail.com

[Troca de correspondência publicada com autorização expressa de Octávio dos Santos.]

[Foto publicada por SuperFM no Facebook. Autor desconhecido.]

Print Friendly, PDF & Email
Share

Link permanente para este artigo: https://ilcao.com/2012/10/22/a-aberrante-ortografia-carta-de-octavio-dos-santos/

6 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Pedro Marques on 22 Outubro, 2012 at 22:46
    • Responder

    Lá se vão dois clientes, só por causa da mania de se ser obediente, ou ir atrás do que supostomanete lhe chamam progresso. Mas nenhum dos acordos ortográficos fez progredir a língua, mas enfim, é continuarmos a lutar.

  1. É preciso não desistir. Estas reclamações são muito importantes. Em estabelecimentos com livro de reclamações devemos escrever e fundamentar com as leis em vigor. As multinacionais, os bancos, etc. devem ser fustigados com reclamações assim. Não podemos poupar-nos a este trabalho porque assim cativamos mais gente a mexer-se. E devemos boicotar o mais possível as compras a estes tratantes. É a única forma de aprenderem.
    Cumpts.

    • Maria Manuela Lopes Félix Costa on 23 Outubro, 2012 at 10:15
    • Responder

    BENDECE, quem diria, e eu estou a dizer: “..DA-SE”!
    Para esta, não é classe, é claque de gente o AO90 será óptimo. Também para pessoas de alto nível que nunca souberam escrever ou emigrantes que vêm para cá e não conseguem assimilar a língua portuguesa, é 5 estrelas. Porém, para os verdadeiros portugueses, ou quem teve que estudar mesmo, senão não passava os anos, nos estabelecimentos de ensino portugueses, isto é pura afronta! Abaixo com este AO90!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • Alfredo on 23 Outubro, 2012 at 15:13
    • Responder

    Viva averdadeira língua de Camões e abaixo as aberrações dos “nossos políticos”!

    • Jorge Teixeira on 24 Outubro, 2012 at 15:04
    • Responder

    Também mandei uma rabecada parecida ao banco onde tenho conta através das reclamações no respectivo site. Mas não me responderam.

  2. Rabecada a banco.
    http://biclaranja.blogs.sapo.pt/641218.html
    Não foi a primeira. Não há-de ser a última.
    Cumpts.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.