José Ferrão subscreveu a ILC

Nasci em Angola, onde já tinha nascido o meu pai. Escapei à tropa, porque antes do 25/4 andava a estudar e depois já não tinha idade para entrar na confusão. Mas trabalhei na Angola independente durante dez anos, na qualidade de nacional, onde participei na instalação da rede pública interurbana de comunicações.

Vim viver para Portugal quando decidi que não tinha obrigação de viver a vida inteira num país em guerra.

Tive que repetir o curso no Técnico, onde me deram mais equivalências às cadeiras dos últimos anos do que às dos primeiros. Enquanto me barraram a entrada, trabalhei numa firma que fabricava e instalava emissores e antenas de Rádio para as rádios locais.

Depois de darem o trabalho final de curso como concluído, já não tinha idade para responder a anúncios e com o casamento ingressei no ensino público onde me encontro ainda.

Subscrevo a ILC porque não posso abdicar do meu idioma em resultado de acordos internacionais.

Os acordos internacionais servem para registar, normalizar e legalizar novas realidades, e não para modificá-las.

E o acordo ortográfico constitui uma clara agressão à língua portuguesa, tal como a conhecemos, ultrapassando as regras que conferem unidade à construção ortográfica e deixando ao dispor de cada um a sua ortografia pessoal, em prejuízo da sua função e inteligilidade social.

Não é a ortografia que está em causa com o acordo ortográfico, mas o seu relacionamento com as regras que conferem a integridade à ortografia e unidade à linguagem, e que permitem no fundo identificar um idioma perante os outros. Na falta dessa integridade, o idioma, por mais falantes que possua, tende a diluir-se perante a influência externa e a sucumbir aos restantes idiomas.

José Ferrão é um apoiante fervoroso e militante de sempre da nossa causa comum. Evidentemente, subscreveu também a Iniciativa Legislativa de Cidadãos pela revogação da entrada em vigor do Acordo Ortográfico de 1990.

Nota: esta publicação foi autorizada pelo subscritor, que nos enviou, expressamente para o efeito, a respectiva súmula biográfica e o texto sobre o AO90.

Print Friendly, PDF & Email
Share

Link permanente para este artigo: https://ilcao.com/2011/09/28/jose-ferrao-subscreveu-a-ilc/

1 comentário

  1. *aplausos!* Concordo plenamente, especialmente com o último parágrafo. É a nossa própria identidade que estamos a negociar, a nossa própria língua – e, por conseguinte, a língua do nosso próprio pensamento.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.