Rocío Ramos apoia a ILC

Rocío Ramos

Rocío Ramos é espanhola, vive e trabalha em Zamora. Nem de propósito, como sabemos, foi em Zamora que foi assinado, em 1143, o Tratado que assinalou a independência de Portugal.

Apaixonada por Portugal e pela Língua Portuguesa, que fala e escreve fluentemente, desloca-se ao nosso país com frequência, onde dá largas à sua outra paixão, a fotografia.

Colabora em iniciativas de divulgação da Língua e da Cultura Portuguesas, em Portugal e em Espanha, tendo inclusivamente traduzido um livro do Português para o Castelhano.

Acompanhou e apoiou desde o início a ILC contra o “acordo ortográfico” e mesmo antes disso já tinha sido uma das fundadoras da página da Causa no Facebook. Em Maio de 2010 deslocou-se expressamente a Portugal para participar numa campanha de recolha de assinaturas para a ILC em plena Baixa de Lisboa.

Não subscreveu, por não ter nacionalidade portuguesa (o que é uma evidente e cruel injustiça), mas apoia incondicional, activa e militantemente a ILC contra o AO90.

Nota: esta publicação foi autorizada pela pessoa visada.

Print Friendly, PDF & Email
Share

Link permanente para este artigo: https://ilcao.com/2011/01/30/rocio-ramos-apoia-a-ilc/

16 comentários

17 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Maria José Abranches on 31 Janeiro, 2011 at 17:55

    Obrigada, Rocío!

    Pela sua paixão pela nossa língua e pelo empenho entusiástico com que tem participado nesta luta.

    Cumprimentos,

    Maria José Abranches

    • Rocío Ramos on 1 Fevereiro, 2011 at 11:42

    Obrigada eu, Maria José, a você e a todos os/as companheiros/as nesta luta.

    Tenho é imensa pena por não poder assinar a ILC mas não duvido que haverá muitas outras pessoas que o façam. A bela Língua portuguesa merece (e precisa)

    Cumprimentos,
    Rocío Ramos

    • Manuel Roderigues da Silva on 13 Fevereiro, 2011 at 2:54

    Obrigado, Rocio!
    Compreendo que para ti, como para toda a Espanha, país de primeiro mundo, com economia estável, culto por excelência, é muito importante que continuemos nessa batalha contra o AO90. Assim caminharemos rumo à ruína. Continuaremos a ser o primo pobre da Europa como seus patrícios nos apontam. Ajude-nos a continuar batalhando para ficarmos a sós, isolados na ortografia e a criticarmos o Brasil e sua maneira de falar e escrever. Dessa forma nos esqueceremos que estamos em meio a um caos financeiro e que nossos governantes desesperados estão a pedir ajuda ao Brasil. (http://200.188.178.144/ver_noticia/57942/) Afinal até os países de África já começaram a concordar com pessoas “ignorantes e simplórias sem formação académica alguma” como João Malaca Casteiro, Vasco Graça Moura, Carlos Reis, Vital Moreira, Edite Estrela, Pedro Lomba, José Eduardo Agualusa, Evanildo Bechara e muitos outros “ditos intelectuais”. Juramos que trataremos de deixar o português menos importante num mundo globalizado e assim não ofuscaremos sua língua materna que está logo atrás do inglês em importância internacional.
    Não esqueças de que quando necessitares defender a língua Espanhola de suas ex-colônias poderá contar conosco…. ops… Havia me esquecido de que já gozam de harmonia ortográfica com as ex-colônial!

    Grato pelo optimo apoio a nossa nobre causa e não esqueça de vir nos visitar e tirar belas fotos… antes da recessão.

    Francamente

    Oh Céus! Acorda Portugal, o século XXI já é uma realidade, levanta a cabeça e olha em volta!

      • on 13 Fevereiro, 2011 at 3:05

      É muito engraçado ver esta táctica terrorista do “prof” Machado e seus clones. Continuem. Têm imensa piada.

    • João e o pé de feijão on 13 Fevereiro, 2011 at 12:17

    P.S: Uma realidade que se faz presente é o fato de que uma imensa parte daqueles que participam de blogues contra a nova ortografia e SEMPRE aproveitam para se desfazer do Brasil, curiosamente, moram no Brasil, mordem a mão que os alimenta. Talvez por isso que com mais de 10 milhões de cidadãos não foi possível conseguir 35.000 assinaturas para uma ILC.

    Menos mal que mais de 90% da população tem bom senso.

    • Rocio Ramos on 14 Fevereiro, 2011 at 19:08

    Só agora pode ler estes comentários.
    Realmente o tal Manuel “Roderigues” da Silva parece que me conhece de alguma coisa (trata-me por tu?)
    Eu, com esse nome, não conheço e por isso estranho a confiança que se permite.

    Não costumo responder às necedades dos outros (ele até deve saber de ocasiões e insultos anteriores que já me dedicou) mas vou responder desta vez, dizendo:

    É triste (e devia ter vergonha) é do facto de uma espanhola estar a defender a sua Língua (sua = do senhor Manuel da Silva) e ainda mais triste vir aqui com preconceitos racistas. Não gosta de espanhóis nem de Espanha? Pois fique a saber que aqui há pessoas boas e más (como em Portugal e em todas partes) e que esta espanhola sempre tentou lutar na defensa das causas que considerou nobres e esta, acredite, é bem nobre e não me move mais interesse do que o prazer de continuar a ler numa Língua que amo e admiro (coisa que duvido muito seja o seu caso).
    Peço, antecipadamente, desculpas pelos erros que possa conter o meu comentário. Ainda não domino bem o Português, mas espero ter tempo de continuar a aprender antes de que o estraguem definitamente.

  1. Perdoe-me nobre senhora. Espero não ter ofendido sua dignidade! Dei-me ao direito de tratá-la por “tu” porque ao falar de NOSSA língua a senhora foi muito afetiva, quase íntima. Quanto à Espanha, se conseguiu ler o que está escrito acima, verá que a admiro e muito, por todas aquelas razões. Agora não me venha com demagogia, pois a língua que diz defender faz parte de um país vizinho seu que necessita se posicionar financeiramente no mundo. (http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=464373 ) (http://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&cd=2&ved=0CDAQFjAB&url=http%3A%2F%2Feconomico.sapo.pt%2Fnoticias%2Fportugal-esta-quase-no-limite-das-taxas-financiaveis_111051.html&rct=j&q=crise%20na%20espanha&ei=kIRZTZyRA8T58Ab4hc2oBw&usg=AFQjCNEc8PMbc8k1jPCDayHoE68sX9oiLQ&cad=rja) Quanto a preconceitos não tenho nenhum, ao contrário, sou a favor da união dos povos de língua Portuguesa em todos os sentidos possíveis. O preconceito é todo seu ao dizer que a língua será estragada pelo Acordo Ortográfico. O Brasil e sua cultura bem como os outros povos africanos ou asiáticos lusófonos possuem algum defeito que possa estragar a língua? Afinal como consegue julgar ‘bom’ ou ‘ruim’ as alterações na escrita de uma língua que nem mesmo, como a senhora disse, consegue dominá-la fluentemente? Se a senhora tomar um tempo para pensar verá que a nação portuguesa tem 10 milhões de cidadãos e não conseguiu 35.000 assinaturas para a ILC. Será que todo o povo, como dizem alguns, está realmente “contra” ao A.O? Ou será que estão mais preocupados com seus empregos e famílias do que com os ‘pes’ e ‘bes’ que foram suprimidos? Se a matemática não serve, talvez devamos deixar o tempo mostrar. Tente, nobre senhora, empenhar-se por seu país. Veja o que pode fazer para ajudar o seu país nesse momento difícil, como quem sabe, divulgar a lista de desempregados criado pela Espanha (http://www1.folha.uol.com.br/tec/867315-abalada-pela-crise-espanha-cria-rede-social-para-desempregados.shtml ) e deixe que os lusófonos tratarão de cuidar da língua portuguesa.
    Aceite, mais uma vez, meus sinceros pedidos de desculpa pelo uso pronominal que fiz no “post” anterior.
    Respeitosos cumprimentos!

      • on 14 Fevereiro, 2011 at 20:18

      Aos clones com o email englishprofmachado@gmail.com:

      1º (e último) aviso.

      O que vocês estão a fazer não é comentar num site, é pura selvajaria. Isto não é um mural para vocês destilarem a vossa propaganda acordista.

      Desandem daqui para fora ou seremos obrigados a tomar medidas para que esta intoxicação tenha um fim.

      Em suma, deixem-nos em paz!

    • Manuela on 14 Fevereiro, 2011 at 20:30

    Muito bonito o amor da Rocío por Portugal e a língua portuguesa. É uma honra conhecer alguém como ela.
    Obrigada.

  2. Certo, JPG!
    Assim como Saramago fez ao ser impedido de expor suas ideias, nos faremos agora, nos retiraremos…
    Abraço a todos e nos desculpem se causamos algum transtorno!

    Não receberão mais nossos comentários.

    • on 14 Fevereiro, 2011 at 22:36

    Obrigado.

    • Pedro Agualusa on 5 Setembro, 2011 at 15:13

    Alguém viu a mais nova notícia sobre o país de Rocio e sua estimada língua? A Espanha acaba de concluir um acordo com mais de 20 academias de letras para inserção de novos vocábulos e grafias para língua espanhola. O interessante é saber que a Espanha trabalhou em conjunto com os outros países de mesma língua.

    http://sol.sapo.pt/inicio/Cultura/Interior.aspx?content_id=7174

    Cumpts

  3. O amor da Rocío pela Língua Portuguesa é o mais importante.Amor é assim…

    • Rocío on 5 Setembro, 2011 at 15:56

    Essa noticia é antiga e ainda por cima houveram depois modificações que não aparecem ai porque as autoridades LINGUÍSTICAS (que não políticas) que tratam aqui desses assuntos ouviram e ligaram a voz do povo.
    Noticias às metades não passam de simple desinformação 🙂
    Mas não vou perder mais tempo a responder ataques absurdos. Fim da conversa

  4. Quem fez este acordo quer vender dicionários encalhados nas prateleiras. É um “acordo” completamente imbecil.O Bechara e Malaca são dois destruidores da Língua Portuguesa.

    • Carmen Medeiros on 5 Setembro, 2011 at 19:40

    Notícia antiga? Perdoe-me mas, a informação que postei está no site da RAE:

    http://www2.minedu.gob.pe/digesutp/formacioninicial/?p=875

    Pode a RAE estar desinformada sobre a língua espanhola?

    Inclusive já foi apresentada no México:

    http://www.vanguardia.com/actualidad/mundo/117828-presentan-en-mexico-la-nueva-ortografia-de-la-lengua-espanola

  1. […] This post was mentioned on Twitter by JPG, J. Roque Dias. J. Roque Dias said: RT @Apdeites: Rocío Ramos apoia a ILC http://ff.im/-x5R89 — Mais uma cidadã preocupada com a língua de que gosta. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.