«Acordo? Qual acordo? Há quatro!» [João Roque Dias (áudio), GT AO90]

logoCECC

Excerto da intervenção de João Roque Dias na audiência concedida pelo Grupo de Trabalho parlamentar sobre o AO90 em 21 de Fevereiro de 2013.

Esta gravação é parte da que foi disponibilizada pelos serviços parlamentares e que pode ser ouvida na íntegra através da página daquela audiência específica, no “site” da A.R.

Print Friendly, PDF & Email
Share

Link permanente para este artigo: https://ilcao.com/2013/02/24/acordo-qual-acordo-ha-quatro-joao-roque-dias-audio-gt-ao90/

7 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Graça Maciel Costa on 24 Fevereiro, 2013 at 16:43
    • Responder

    Valente!!! Esta frontalidade, no sítio certo e no tempo certo, é de Homem.

    • Maria José Abranches on 24 Fevereiro, 2013 at 16:53
    • Responder

    Excelente, pelo conteúdo e pela força expressiva! Até onde iremos nesta cegueira, neste desnorte, nesta irresponsabilidade e indignidade? Até onde aqueles a quem demos os nossos votos se sentirão autorizados a prevaricar?

    Quanto à responsabilidade que cabe agora, mais uma vez, à Assembleia da República, convém não esquecer a citação de Passos Manuel com que João Roque Dias inicia a sua intervenção: “Se não é para mudar de opinião, para que serve a discussão?”

    • João Noronha on 24 Fevereiro, 2013 at 17:43
    • Responder

    Um grande bem-haja a João Roque Dias pela sua extraordinária intervenção em defesa do nosso património linguístico. Felicito-o por dizer abertamente as verdades e os factos atrozes que envolvem este obsceno AO90. Que se rasgue definitiva e oficialmente este maldito desAcordo.

  1. Estive a ouvir a versão completa. Muito bom! A melhor das três intervenções e a sua segunda intervenção foi ainda melhor! Reparei que a deputada do PSD se declarou contra o acordo. É óbvio que não podemos dizer que representa o partido todo, mas achei curioso pois nas outras sessões nunca foi explícita em relação à sua opinião pessoal como foi por exemplo o deputado Seufert e o deputado do PCP.

    Vale também a pena ouvir a intervenção do deputado do PCP e a última do professor que está por videoconferência pois este último, mesmo no fim, focou um ponto importante: o Brasil adiou o prazo mas com intenções de mudar o ao e não propriamente no sentido que o nosso ministro dos negócios estrangeiros infelizmente lhe dá.

    Tinha ideia que este grupo tinha uma prazo de existência, mas pelos vistos vai-se prolongar por Março, Abril, quiçá até Maio.

    A próxima audiência vai ser a do tal senhor que diz que no Brasil “o ao está bem e recomenda-se”. Preparem-se para tudo, qualquer barbaridade pode sair daquela boca.

  2. Como é que chegam a estas páginas de cada audiência? Acho o site muito confuso, não sei como aceder a todas as intervenções, incluindo as dos acordistas (se é que já houve alguma).

    1. @João: A partir da página do Grupo de Trabalho, que vai sendo actualizada à medida que há mais audiências, etc. http://www.parlamento.pt/Sites/COM/XIILEG/8CECC/GTAAAO/Paginas/default.aspx

  3. No que concerne a esta trapalhada do AO90, e depois de ouvir estas acutilantes e certeiríssimas intervenções, a Assembleia da República se tivesse vergonha na cara abria um buraco bem fundo no chão e enfiava-se lá dentro. (Claro que melhor que o buraco seria dar-lhes finalmente um assomo de honra e dignidade e simplesmente revogarem o aborto).

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.