«Aplicação do AO90 deve ser suspensa em Portugal» [“Diário Insular”]

Deputados do PSD/Açores na Assembleia da República defendem

Aplicação do Acordo Ortográfico deve ser suspensa em Portugal

Os deputados do PSD/Açores na Assembleia da República pretendem saber se o Acordo Ortográfico vai ser suspenso em Portugal.

Num documento remetido ao ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, os deputados Mota Amaral, Joaquim Ponte e Lídia Bulcão referem que “agora que a aplicação do Acordo Ortográfico se tornou obrigatória nos documentos oficiais, vai surgindo com evidência o empobrecimento da língua portuguesa dele decorrente, o que causa profundo desgosto a muitos dos nossos concidadãos na Região Autónoma dos Açores”.

Os parlamentares referem que o Acordo Ortográfico é mais uma herança “socratiana” cuja entrada em vigor foi “apressada” sem que existam razões para que tal aconteça.

“Foi apressada a entrada em vigor do acordo, apesar da maior parte dos países em que o português é a língua oficial não ter dado mostras de querer aplicar regras tão insanas e ainda por cima confusas”, refere o documento.

Para além de pretenderem saber quais as vantagens da aplicação do novo Acordo Ortográfico, os deputados açorianos questionam o ministério de Paulo Portas se pretende ou não suspender a sua aplicação em território nacional. Perguntam se a aplicação da nova ortografia surge apenas para satisfazer a vontade do Brasil ou se tal resulta em algum benefício para Portugal no que se refere ao acesso ao mercado editorial daquele país por parte dos autores nacionais.

(in Diário Insular de 2012.01.28 [Link disponível apenas para assinantes.])

Nota: os conteúdos publicados na imprensa ou divulgados mediaticamente que de alguma forma digam respeito ao “acordo ortográfico” são, por regra e por inerência, transcritos no site da ILC já que a ela dizem respeito e são por definição de interesse público.

Esta notícia foi-nos indicada por Rogério Pereira na página da ILC no Facebook. Obrigado!

Print Friendly, PDF & Email
Share

Link permanente para este artigo: https://ilcao.com/2012/01/28/aplicacao-do-ao90-deve-ser-suspensa-em-portugal-diario-insular/

7 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Finalmente!

    • Pedro Fernandes on 28 Janeiro, 2012 at 15:03
    • Responder

    Esperemos que ainda consigamos evitar o AO90..

  2. Parabéns, Açores!!! Que excelente notícia. O empobrecimento da língua decorrente do AO90 causa profundíssimo desgosto no continente também. Esperemos que os restantes deputados se inspirem para seguir este belíssimo exemplo.

    (Em resposta à pertinente pergunta dos deputados dos Açores: não, contrariamente ao mito que circula por aí, não é esta “ortografia” que trará uma maior procura das obras dos autores nacionais; serão outros factores, nomeadamente a qualidade desses mesmos autores e a divulgação que deles se faça. Como é natural.)

    • Francisco on 28 Janeiro, 2012 at 16:03
    • Responder

    O A.O., não passando de uma Resolução da Assembleia da República afronta, sem dúvida, a hierárquia das normas e, por isso mesmo, completamente ilegal!!!

  3. pf avisem os Srs. deputados que basta uma simples resolução da Assembleia Regional a obstar que se use o aolp90 nas ilhas açorianas e nos actos oficiais. Por força do enquadramento jurídico da autonomia regional e do facto do ao45 ter força de lei geral, passava imediatamente a vigorar de forma abrangente.

    Esse simples gesto teria profundas consequências… e mais não digo.

    *//postado igualmente no bic laranja

  4. … leia-se de forma abrangente nos Açores.

    • Inspector Jaap on 30 Janeiro, 2012 at 15:32
    • Responder

    Será que isto é o princípio do fim do “coiso”, ou apenas o fim do princípio da luta contra esta ignomínia???? em qualquer dos casos, há que tirar o chapéu a quem teve o topete de afrontar os poderzinhos instituídos.
    Cumpts

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.