Leonel Vicente subscreveu a ILC

Leonel Vicente, Auditor e Revisor Oficial de Contas.

Licenciado em Gestão de Empresas pelo ISCTE em 1989, onde frequentou ainda o Mestrado em Ciências Empresariais (1991-1992), iniciou a carreira de Auditor em 1989, sendo ROC desde 1997, e também TOC. Partner internacional da MAZARS.

Presente na blogosfera desde 28.06.2003, é autor dos blogues: Memória Virtual, Tomar, União de Tomar e Carreira da Índia. Participou no 2º Encontro de Weblogs, com O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal, nos encontros “Falar de Blogues”, e em programa de rádio, de Pedro Rolo Duarte, na Antena 1.
http://about.me/leonelvicente/bio

«Qual “Velho do Restelo”, aqui deixo expresso que não adoptarei de forma voluntária este novo acordo ortográfico. Se, compulsivamente, for obrigado a adoptá-lo, fá-lo-ei sob protesto!»
Leonel Vicente, Abril de 2008

Subscreveu a Iniciativa Legislativa de Cidadãos pela revogação da entrada em vigor do Acordo Ortográfico de 1990.

Este é mais um perfil publicado na “galeria” de subscritores, activistas e apoiantes da ILC pela revogação do “acordo ortográfico”.

Nota: esta publicação foi expressamente autorizada pelo subscritor.

Print Friendly, PDF & Email
Share

Link permanente para este artigo: https://ilcao.com/2012/01/23/leonel-vicente-subscreveu-a-ilc/

7 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Carlos Fernando Aguiar Pereira on 23 Janeiro, 2012 at 22:47

    Gosto muito da “minha” língua portuguesa, tal como ela é escrita por mim (e por tantos que pensam como eu). Acho que nos 50 anos que me devem restar de vida, vou continuar a escrever como até aqui. A nossa língua é das maiores heranças culturais que temos. Mas é dinâmica, isso não podemos negar. Abdicar da sua genuinidade numa negociação efectuada entre governos, não é a forma correcta de fazer as coisas, não é a forma de a tornar eficaz. Daí haver tanta contestação a este acordo que foi mais uma das más heranças do (des)governo de José Sócrates. E também por este crime, este senhor deveria ser levado a Tribunal.

    • Helga Shermann Schmidt on 24 Janeiro, 2012 at 1:37

    Na minha opinião as mudanças sempre ocorreram e continuarão a ocorrer. No entanto, as mudanças deveriam ser propostas a partir de estudos com profissionais compententes da área da linguística, filologia etc. Depois de todos os estudos científicos os resultados deveriam ser expostos aos falantes e POR ÚLTIMO aos governantes. Não há relação entre políticos e tal matéria. A língua é um campo que lhes cabe legislar até mesmo por que pertence a vários povos e culturas, por vezes, muito além das fronteiras nacionais.
    Pena que poucos enxergam tal absurdo!

    Cumpts a todos e, mais uma vez, cumprimentos a JPG pelo espaço.

    HelgaShermann Schmidt
    Brasil

    • Helga Shermann Schmidt on 25 Janeiro, 2012 at 1:40

    Retificando…

    …com profissionais comPEtentes…

    … a língua é um campo que NÃO lhes cabe legislar…

    Obrigada!

    • M on 27 Janeiro, 2012 at 14:29

    Mas, ‘Helga S.S.’, abordando ‘retificando’, eu digo R_É_TIFICANDO. Permita-me, mas a Sra está a obrigar a que eu diga r-e-tificando. Errado, porque rectificar vem de correcção. Com o C atrás, existe liberdade para que o seu sotaque, mesmo que desconforme, perdure. Mas deixa a minha pronúncia – a ORIGINAL – em paz, PF. E já agora, deixa também a minha pátria em paz. Leave!
    Obrigado. 🙂

    • Helga Shermann Schmidt on 29 Janeiro, 2012 at 5:03

    @M

    Não tenho intensão de impor-te coisa alguma. Se leres outros comentários meus neste espaço verás que sou tão contra o AO90 quanto tu. Quanto a ‘retificar’ é assim que aprendi e é assim que escrevo e continuarei a escrever pois, sou brasileira e guio-me pelo vocabulário de meu país. Fazes muito bem em continuar a escrever ‘rectificando’ pois, creio que sejas português(a?).
    Aliás, não tenta IMPOR a tua grafia (ou preferes manter a etimologia, graphia?) para que não incorras no mesmo erro de nossos legisladores.

    @JPG e todos que estão envolvidos na causa anti-AO90:
    Como disse um conterrâneo meu:

    ACORDEM E NÃO ACORDEM!

    Votos de sucesso!

    ACORDEM E NÃO ACORDEM!

    Votos de sucesso!

    • HC on 29 Janeiro, 2012 at 17:16

    @ Helga: Muito bem dito. Há que não confundir alhos com bogalhos. Votos de sucesso do lado do Brasil também! Se todos reclamarmos, havemos de conseguir eliminar esta aberração.

    • M on 30 Janeiro, 2012 at 0:27

    Pois, não gostas que te imponham nada 😉 – mas é precisamente isso que nos andam a fazer.

    Vantagens do pt-Português vs pt-br (ou o nuobo pt-pt) :

    -maior flexibilidade intelectual (melhor pensar= melhor provir)
    -liberdade de ‘sotaque’, ao mesmo tempo que defende a inérte
    -arquitectura baseada no indo-europeu, e posteriormente no latim -mas não o contrário; nas raízes da lógica verbal (percebes então que gostei do que chamas redundância ao que indico reposição do f)
    -maior facilidade de aprendizagem às línguas europeias, quanto a mim: mais novas que o nosso proto|português. Os ‘C’s, o ‘P’s estão lá todos.

    O que te digo é simples:
    -Porque não adoptam vocês o nosso Português? Humildemente: vocês ganhavam muito com isso. Vocês não: todo o Mundo!

    Assim, PERDEMOS TODOS. &&Não tenhas dúvidas.

    …não tenhas mesmo dúvidas…

    Abraços do Porto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.